sexta-feira, 2 de junho de 2017

MORAL DA HISTÓRIA

MORAL DA HISTÓRIA

Do bate-papo ao bate-boca, a voz
S'eleva em meio à turba em desvario.
De longe, só se escuta um vozerio,
Que muito pouco ou nada diz de nós.

Incerto do que possa vir após,
Eu resisto a tão-só me encher de brio.
Pois pouco importa já se choro ou rio:
Sem moral nem história, somos sós...

Mais longe da verdade que do nada
A discussão seguia acalorada
Acerca do que é certo e do que não.

Mas a única certeza era da glória
De se fazer ouvir... Moral da história:
Nenhum correto e todos têm razão!

Betim – 31 05 2017