terça-feira, 23 de dezembro de 2014

ALTOS DA SERRA

ALTOS DA SERRA
____________________________________

ALTOS DA SERRA

Ir aonde o horizonte seja belo!
Minas e catedrais disputam morros,
Enquanto casas urgem mais socorros
Já quase a deslizar em pesadelo.

Estende-se aos vários o meu apelo,
Semelhante -- uns dirão -- a bons esporros.
Como os que dão a gatos e cachorros,
Senão por um parâmetro, por zelo.

De prédios e ruas, enxurradas
Vêm lavando-e-levando nossos passos
Até desanuviar céus e espaços.

Vejo. E quanto vejo é belo. É horizonte...
Cada olhar, um mirante; a andar, estradas
De cujos arredores tenho à fronte.

Contagem - 22 12 2014