sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

CREPUSCULAR

                       CREPUSCULAR
     ____________________________________

CREPUSCULAR

Porque foste a promessa d'um amor
Que jamais se cumpriu, embora os anos
Multiplicassem nossos vãos enganos
E, enfim, nos dividissem sem calor.
Ora me sinto incapaz de contrapor
Qualquer velho argumento a novos planos;
Lido apenas com mais perdas e danos
Enquanto testemunho o sol se pôr.
Inumeráveis vezes eu tentei;
E inumeráveis vezes eu falhei
Como fosse fadado ao só fracasso. 
 
E deixo... A caminhar de mãos vazias
Para saudar as noites sós e frias
Que doravante acolhem meu cansaço.
              Betim - 18 12 2014