sábado, 15 de outubro de 2016

AÉREO

AÉREO

As nuvens a ocultar o sol lá fora
Alertam de que tudo é fugidio...
Tarde de céu de chumbo e vento frio,
Que me fez recordar outras d’outrora.

E o tempo vai passando sem demora
No vento a me zunir seu assovio.
Já me sentia há tanto tão vazio,
Como se eu com o vento fosse embora.

Eu, de ponta-cabeça sob o céu,
Me imaginava a andar nas nuvens densas
Enquanto rascunhava algum papel.

E ainda que me julguem bem pretensas
As evasões de quem vivesse ao léu,
Me aceito catador de ideias suspensas.

Betim - 21 05 2012