sexta-feira, 14 de outubro de 2016

NEÓFITOS

NEÓFITOS  

Há bem pouco iniciados nos mistérios
De Vênus e de Baco, seus prazeres
Nós temos desfrutado como seres
Que encontram nas folias refrigérios.

O dia-a-dia vivemos muito sérios
Às voltas com maçantes afazeres.
Lá p’las tantas, porém, belas mulheres
Nos fazem bem folgar feito gaudérios.

Apreciamos as danças e a nudez
Para extrair-nos a máscula e alva seiva
Na pele que ditosa se lhes eiva.

E, por fim, as deixamos sem talvez.
A serviço dos deuses, quando em quando,
Mais jornadas d’amor lhes celebrando!

Belo Horizonte – 26 06 2011