segunda-feira, 24 de outubro de 2016

AGRADOS

AGRADOS

Deixa-me te agradar; te agradecer.
Apenas um carinho, um mimo, um verso...
Ir me aventurar por teu universo
Sem levar uma bússola sequer...

Cada recanto teu vou conhecer
Por recolher teu mel longe disperso
E quando eu estiver em ti imerso
Eu sinta tua essência me envolver.

Deixa-me te fazer só um agrado;
Eu te dar um pouquinho do que sou
E sentir teu calor cá do meu lado.

O melhor do que tenho é que te dou:
Amor que só existe p'ra ser dado!
Amor que só tem quem já muito amou!

Betim - 24 10 2016