domingo, 19 de março de 2017

FEROMÔNIOS

FEROMÔNIOS

O cheiro qu'ela exala me endoidece
E me faz desejá-la intensamente.
Cheiro de fêmea em flor que de repente
Me deixa de joelhos, quase em prece...

De mais perto seu sexo me estremece
Sob olor tão forte, úmido e envolvente,
Que me sinto encantado tão-somente,
Como se seu cativo eu me fizesse.

Umas gotas de suor por sobre a pele
Despertam toda sorte de ousadias
N'esse ardor que para ela mais me impele.

Assim tenho vivido, pois, meus dias
Na ânsia de que em seu corpo se revele
A cura de tamanhas agonias.

Betim - 19 03 2017