quarta-feira, 8 de março de 2017

PANTEÃO

PANTEÃO

Encimando as colunas da fachada
A arquitrave recebe por dizeres
A honra de padecer sob os poderes
E a glória pelos séculos lembrada.

Mais carrega a estrutura porticada
O peso das palavras que os saberes
D'aqueles que grafaram os caracteres
E deixaram vida e obra para o nada.

Um dia, o duro mármore há-de ruir...
Como imagem do próprio Império a cair,
Enquanto a fala morre co'os falantes.

A escrita, todavia, permaneça
E em semelhante língua se conheça
Glória ainda maior que aquela d'antes!

Betim - 08 03 2017