domingo, 12 de março de 2017

ONOMÁSTICO

ONOMÁSTICO

Essas pessoas, reais ou imaginárias,
Cujos nomes citei em meus escritos
Elenco no final, conforme os ritos
Que os livreiros impõem às obras várias.

Recordo-as cá, ainda que contrárias
Ou indiferentes mesmo aos mais bonitos
Versos onde universos infinitos
Evoquei como imagens libertárias...

Isso porque as pessoas em seus nomes
Têm de si os dizeres mais benquistos,
Tanto ao se verem quanto ao serem vistos.

Escrevo, deste modo, a suas fomes
De justiça, de paz ou do que for
A que brilhe em seus olhos mais amor.

Betim - 12 03 2017