domingo, 12 de fevereiro de 2017

ALÉM DO ARCO-ÍRIS

ALÉM DO ARCO-ÍRIS

Porque a felicidade vez em quando
Parece estar tão perto, logo à frente...
E um belo dia chega de repente
Exacto aquilo que ando procurando.

Eu, aliás, continuo ainda andando
Atrás d'aquela estrada transparente
Que, diante dos meus olhos, simplesmente
Sumia em meio ao bosque venerando.

Então, sem qualquer duende ou pote d'ouro,
Percebo não haver outro tesouro
Senão a imensidão d'aquele instante.

Mas me senti feliz por ter andado
Por toda a minha vida, certo ou errado,
Em busca da beleza mais errante.

Betim - 12 02 2017