quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

IMPÉRIO DO DIVINO

IMPÉRIO DO DIVINO

Tantos venha a ser em meu destino
Tenham lugar comum de amor e fé.
Quanto serei e fui está no que é
Em roupas de ver Deus, cantar Divino.

Era eu três: o velho, o moço e o menino.
Persignando-se no adro em frente a Sé,
E após, seguindo adentro a galilé,
Ouvir do coro o ofício matutino.

Benzidos mente, boca e coração
Junto a pia e pondo opas encarnadas
Aproximam ora o Outro em oração:

-- “Em nome do Pai, Filho e Santo Esp’rito
Meus Eus habitarão, segundo o rito,
Na Casa do Senhor muitas moradas...”

Caratinga – 23 05 1999