sábado, 21 de janeiro de 2017

MUITO ALÉM DAS LÁGRIMAS

MUITO ALÉM DAS LÁGRIMAS

O amor... Que se dirá enfim do amor?
Tem vezes é mais doce do que o mel.
Outras, amarga tanto quanto fel,
Só deixando azedume, dissabor...

Que pode se dizer em seu favor?!
Quem em sua defesa quando réu
Lhe justificará a face cruel
Após nos arrastar à extrema dor?...

Eu muito além das lágrimas amei...
Uns dias fui mendigo; n'outros, rei.
Soube dizer do amor já o indizível!

Nem sei se é um bem ou se é um mal.
Só sei que por amar tanto, afinal,
Eu vivi muito mais do que o possível.

Betim - 21 01 2017