domingo, 4 de dezembro de 2016

CONCORDES

CONCORDES

De acordo co'os acordes que te fiz,
Eu te acordo co'as cordas do violão
E te acovardo a dor do coração
N'um canto em cujo encanto és feliz.

Encorporado o ritmo, um aprendiz
Eu me faço no compasso da canção.
E, passo a passo, trago outra emoção
Tão certo quanto bem te quero e quis.

De cor o acorde, pois, acode e  acorda
Quando, a poesia e a música concordes,
Se faz canção que então o amor aborda.

Talvez assim de mim tu te recordes
Enquanto meu amor por ti transborda
Na harmonia de versos mais acordes.

Betim - 09 08 1993