sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

PARUSIA

PARUSIA

E então quando voltar o Redentor
-- Qual fora visto há quase dois mil anos --
Há-de nos renegar os desenganos,
Para após nos julgar tão-só no amor.

Quando Jesus voltar, seja como for,
Trará luz aos espíritos humanos
Em face dos pesares quotidianos,
A saber, fome, guerra, doença, dor...

...E esse grande vazio! Venha a Glória
Ante o anúncio da sétima trombeta,
E finde enfim dos povos toda a História!

Ou não... D’entre as palavras do profeta,
Talvez promessa cuja só memória
Sempre para o porvir mais nos projeta...

Ubatuba – 24 12 1999