sábado, 19 de novembro de 2016

CERTOS ERROS

CERTOS ERROS

Se em buscar a verdade mais me alerto,
Eu sempre do correto me quis membro.
Contudo, erro por mim que não me lembro
Mais do tempo em qu'eu andei desperto.

Parte de mim do fim se sente perto;
Mas outra, além do bem e mal relembro:
Andara sob as chuvas de setembro
Pelos limites já do errado e certo

Eu me perdi tentanto defini-los,
Pois, vi o errado certo e certo errado,
Qual variações d'um tema sob estilos.

Não havendo n’um mundo tão  mudado
Mais qualquer verdade a dividi-los,
Certo e errado são um mesmo lado.

Belo Horizonte - 24 09 1991