quinta-feira, 10 de novembro de 2016

PEDIDO DE NOIVADO

PEDIDO DE NOIVADO

Procuro-te a mulher por trás do véu
A ver-te face a face tal como és.
E é por isso que agora eu, aos teus pés,
Peço clemência por confesso réu.

Tentei pôr por escrito no papel
Cada lance de sorte e de revés
Do romance que somos, através
De versos que anteviram esse anel:

-- "Meu bem querer, recebe-me esta aliança
Que às nossas vidas tragam d’oravante
Outro brilho d’amor e de esperança."

"Possa enfim ecoar por teu peito amante
O meu “eu te amo” eterno na lembrança
Ao fazer o próprio ouro mais brilhante."

Betim – 20 12 1997