sábado, 19 de novembro de 2016

RETIDÃO

RETIDÃO

A vida tinha a minha desolada:
Olhava e o olhar distante nada via...
Distante estava eu todo da alegria;
Na hora vazia, não havia nada.

Vi certo dia a vida toda errada;
O errado era eu ou nada errado havia.
-- "Tens a vida correta" -- alguém dizia,
Indo direto e reto pela estrada.

Sim, tinha a vida minha em linha reta...
Certo que bem mais longe iria andar,
Mas sozinho a caminho vã a meta.

Vazio o caminhar por caminhar.
Seja torto o caminho mais correto,
Ou, decerto, o caminho entortar.

Belo Horizonte - 19 11 1991